Musculação atenua sintomas da doença da Parkinson, diz estudo

Um estudo que será apresentado em encontro da Academia Americana de Neurologia em abril aponta que a prática de levantar peso atenua os danos à coordenação motora provocados pela doença de Parkinson.

O teste clínico realizado por uma equipe da Universidade de Illinois, na cidade de Chicago, levou em conta as melhorias da atividade física em portadores da doença, acompanhados durante dois anos pelos pesquisadores.

No trabalho, foram comparados os efeitos da musculação com outras formas de exercício, como alongamentos e técnicas de equilíbrio em 48 pacientes. Cada grupo de participantes se exercitou durante uma hora, duas vezes por semana, durante todos os 24 meses de estudo.

Os sintomas comuns à doença como rigidez no corpo e tremores foram medidos usando uma escala criada por especialistas (UPRDS, na sigla em inglês), que avalia a evolução da doença em seis, 12, 18 e 24 meses. As medidas foram feitas em épocas nas quais os pacientes não estavam tomando as medicações para controlar a doença degenerativa.

Tanto exercícios de equilíbrio e alongamento quanto musculação mostraram melhora na coordenação motora após seis meses, mas aqueles que levantaram pesos tiveram aumento de 7,3 pontos na escala UPRDS após os dois anos.

No período, aqueles que estavam fazendo somente exercícios de alongamento e de equilíbrio regrediram e voltaram ao estágio de coordenação que apresentavam no começo da experiência.

Os responsáveis pela pesquisa acreditam que a prática de exercícios de musculação pode ser benéfica para pacientes com Parkinson no longo prazo, mas estudos posteriores ainda são necessários.

Fonte: g1.globo.com

Sobre Profª. Paula

Prof.ª Paula Cristina da Silva Sganzerla - Profª. Paula CREF: 133620-G/SP Profissional registrada no Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Graduada em Bacharelado em Educação Física pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, Presidente Prudente - SP. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Presidente Prudente - SP. Pós-graduada em Psicomotricidade, Educação e Aprendizagem pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, Presidente Prudente - SP. Trabalhando em Presidente Prudente como Personal Trainer e Pedagoga, atua em academias, condomínios e parques atendendo adultos e crianças, com enfase em clientes que requerem cuidados específicos, como cardiopatas, obesos, diabéticos e pessoas com problemas articulares.
Esse post foi publicado em Envelhecimento, Saúde, Treinamento e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s