Treinos funcionais e atividades combinadas ajudam a perder peso

Começar um exercício físico pode não ser tão difícil quanto mantê-lo regularmente. Isso porque os resultados muitas vezes demoram a aparecer, e muita gente acaba desistindo pelo caminho. No inverno, a situação costuma piorar, pois o frio e a preguiça podem desestimular ainda mais.
Segundo o médico do esporte Gustavo Magliocca, há vários exercícios que podem ajudar você a queimar gordura corporal e emagrecer – de forma divertida e gostosa. Alguns exemplos são: treinamento funcional, atividades combinadas, danças como zumba e outros ritmos bem acelerados.

Além dessas opções, há a chamada aula “hiit” (High Intensity Interval Training), um treinamento bastante dinâmico que ajuda a acelerar o metabolismo, trabalha a força e alia o ganho de massa magra com a melhora do condicionamento cardiovascular. Ela tem picos de aceleração dos batimentos cardíacos e um maior gasto calórico em menos tempo. O ideal é alternar as cargas e os intervalos.

De acordo com o médico, qualquer exercício físico demanda mais energia para os músculos. Mesmo em atividades curtas, se elas forem intensas tendem a ter um gasto energético ao longo do dia de 5% a 20% maior, mesmo com a pessoa já em repouso.

Fonte: Portal da Educação Física

Sobre Profª. Paula

Prof.ª Paula Cristina da Silva Sganzerla - Profª. Paula CREF: 133620-G/SP Profissional registrada no Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Graduada em Bacharelado em Educação Física pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, Presidente Prudente - SP. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Presidente Prudente - SP. Pós-graduada em Psicomotricidade, Educação e Aprendizagem pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, Presidente Prudente - SP. Trabalhando em Presidente Prudente como Personal Trainer e Pedagoga, atua em academias, condomínios e parques atendendo adultos e crianças, com enfase em clientes que requerem cuidados específicos, como cardiopatas, obesos, diabéticos e pessoas com problemas articulares.
Esse post foi publicado em Notícias, Saúde, Treinamento e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s