Dormir pouco altera os níveis hormonais e favorece a obesidade

Para muitas pessoas a obesidade está associada à má alimentação e sedentarismo. Entretanto, o que muitas não sabem é que a obesidade pode estar relacionada com o sono.

Quem tem o hábito de dormir pouco tem mais chances de sofrer com a obesidade no futuro. Um novo estudo da Universidade de Washington apontou que se o indivíduo dorme menos do que sete horas os traços genéticos são afetados e o organismo passa a ficar mais propenso ao aumento de peso.

Segundo a Dra. Suzete Motta CRM-SP 93004 médica nutróloga com formação em medicina esportiva, as alterações nos hormônios podem contribuir para o aumento do apetite. “Os níveis de hormônios como grelina, responsável por controlar a fome sobem e os de leptina que atuam no apetite e no gasto de energia tende a diminuir durante a privação de sono. Se o indivíduo não manter uma alimentação adequada ele pode ganhar peso com mais facilidade”,explica.

O indivíduo que tem dificuldades em dormir também apresenta mais fadiga, pouca disposição e não pratica atividade física. “No caso do obeso ele já apresenta uma dificuldade para dormir devido à dispneia do sono (problemas para respirar). Com o sono alterado a tendência é comer mais, sendo quase impossível se livrar desse ciclo vicioso sozinho”, ressalta a nutróloga.

As noites mal dormidas só contribui para o surgimento de outras doenças como diabetes, hipertensão e aumento do índice de massa corporal (IMC). “Assim como a prática de atividade física, uma dieta equilibrada, aconselho a dormir mais durante a noite”, sugere a médica.

Vencendo o cansaço

De acordo com a psicóloga Rosana Cunha, manter hábitos saudáveis favorece a redução do peso e ajuda a manter a disposição. “É importante vencer o cansaço, praticar atividade física mesmo estando exausto e com sono. Dessa forma, você irá gastar energia e quando chegar à noite irá conseguir dormir, pois teve um dia cheio de atividades”,diz.

Se já está comprovado que o sono interfere sim na obesidade, pense duas vezes antes de deixar a preguiça tomar conta de você. “Procure ajuda de profissionais para conseguir lidar com as questões psicológicas e físicas. Lembre-se que dormir bem é uma questão de saúde.”, aconselha Rosana.

Quem tem dificuldade em ter uma boa noite de sono deve procurar um especialista.

Matéria publicada pelo site Segs

Fonte: Portal da Educação Física

Anúncios

Sobre Prof. Leud

Leudenei Sganzerla – (Prof. Leud) CREF: 081722-G/SP Profissional registrado no Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Graduado em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE, Presidente Prudente - SP. Pós-graduado em Treinamento Personalizado e Musculação pela Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, Londrina - PR. Possui Certificação Internacional Oficial TRX Suspension Training (Treinamento em Suspensão), Certificação Core 360° - Treinamento Funcional e diversos cursos de capacitação como: Prescrição e Orientação de Exercícios na Saúde, na Doença e no Envelhecimento, Atividade Física e Saúde, Envelhecimento e Atividade Física, Atividade Física e Saúde, entre outros. Natural de Presidente Prudente, interior de São Paulo, onde reside e trabalha atualmente. Como Personal Trainer, tem atuado com os mais variados públicos, dentre estes, indivíduos que requerem cuidados específicos, como cardiopatas, obesos, diabéticos, pessoas com problemas na coluna e síndrome metabólica.
Esse post foi publicado em Saúde e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s