Atividade física reduz risco de câncer na pós-menopausa

Segundo um estudo, apresentado nesta terça-feira, na reunião anual da Associação Americana para Pesquisa do Câncer (AACR), a atividade física auxilia na decomposição do hormônio estrogênio e contribui para a diminuição de risco de câncer de mama em mulheres na pós-menopausa.
Os pesquisadores analisaram os casos de 540 mulheres sãs e na pós-menopausa entre 2000 e 2003. Na época, nenhuma das participantes recebia tratamento hormonal pela menopausa. Os pesquisadores mediram a atividade física com um acelerômetro, um pequeno aparelho que as mulheres levaram na cintura durante a prática de atividade física por sete dias.
Segundo o especialista em prevenção oncológica e responsável pelo estudo, Cher Dallal, os acelerômetros proporcionam leituras objetivas da atividade física, ao contrário dos relatórios, um fator determinante para a pesquisa. Os pesquisadores analisaram as mostras de urina para detectar estradiol e estrona, dois estrogênios “mãe” nessas mulheres, além de 13 hormônios metabólitos de estrogênio.
Os pesquisadores descobriram que a atividade física está vinculada com níveis mais baixos dos estrogênios “mãe”. As conclusões do estudo ampliam o conhecimento dos mecanismos biológicos potenciais, que vinculam a atividade física ao menor risco de tumores cancerígenos.
Por Jornalismo Portal EF

Anúncios

Sobre Profª. Paula

Paula Cristina S. Sganzerla – (Profª. Paula) CREF: ?????-G/SP Profissional registrada no Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Graduada em Bacharelado em Educação Física pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, Presidente Prudente - SP. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Presidente Prudente - SP. Pós-graduado em ???. Trabalhando em Presidente Prudente como Personal Trainer e Pedagoga, tem atuado com os mais variados públicos, adultos e crianças, dentre estes, indivíduos que requerem cuidados específicos, como cardiopatas, obesos, diabéticos, pessoas com problemas na coluna e síndrome metabólica.
Esse post foi publicado em Saúde e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s