Uma caminhada por dia mantém memória saudável

Uma vida rica em atividades físicas e mentais saudáveis ativa um processo no cérebro humano que o protege de possíveis doenças relacionadas com a memória, como é o caso da doença de Alzheimer.

A descoberta é da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, que revela que uma simples caminhada por dia poderá reduzir o risco de surgimento destas patologias.
Durante a prática de exercício físico, o cérebro produz corticotrofina, substância responsável pela ativação de um processo de stress no organismo humano, que defende o cérebro da perda de memória.
O estudo foi divulgado na publicação internacional Journal of Alzheimer’s Disease, onde se explica que as pessoas portadoras de Alzheimer apresentam níveis baixos desta substância.
Segundo Marie-Christine Pardon, investigadora da universidade britânica, os resultados obtidos no estudo revelam que a atividade física não só desencadeia o processo protetor do cérebro, como também tem a capacidade de melhorar a resposta das pessoas a situações de stress.
“A cima de tudo, este estudo fornece mais provas de como um estilo de vida saudável que envolva exercício físico poderá reduzir o risco de doenças de Alzheimer”, explica a investigadora no site universidade.
Marie-Christine Pardon salienta que “esta é a primeira vez que investigadores tiveram a capacidade de identificar um processo cerebral que tem efeitos diretos benéficos no atraso da perda progressiva de memória”.
O processo é desencadeado no centro do sistema nervoso e aumenta a densidade das sinapses, pontos de contato dos neurónios que permitem estabelecer a comunicação no interior do cérebro humano, e que se encontram associados aos sintomas de Alzheimer.

Fonte: Portal da Educação Física

Anúncios

Sobre Prof. Carlos

Profissional registrado no Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Graduado em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE, pós graduado em Treinamento Desportivo pela Escola Superior de Pesquisa e Pós-Graduação-PR, possui curso de capacitação em treinamento personalizado, farmacologia e exercício, fisiologia do exercício e treinamento na saúde, na doença e no envelhecimento. Participa do Grupo de Estudo e Pesquisa em Programa de Exercícios Físicos no Envelhecimento (GEPPEFE).
Esse post foi publicado em Treinamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s